..

..

Vou por onde a arte me levar.

Minha foto

'' GOSTO DE DEGUSTAR O GOSTO COM SABOR DE VIDA; COSTURO A VIDA PELA VIDA E A VIDA ME COSTURA, COSTURO DE DENTRO PARA FORA PARA ME ENCONTRAR COM O VENTO.''  

sexta-feira, 14 de junho de 2013

COSTURO AVIDA PELA VIDA

'' COSTURO A VIDA PELA VIDA E A VIDA ME COSTURA, COSTURO DE DENTRO PARA FÓRA PARA ME ENCONTRAR COM O VENTO.  E QUANDO ME ENCONTRO COM O VENTO ME ENTREGO E NÃO LAMENTO, POSSO SORRIR, POSSO CHORAR E ATÉ ME DESESPERAR, MAS É NA TERRA NUA E CRUA QUE MINHA ALMA FECUNDA.  SOU INDIA, NEGRA, BRANCA; SOU BRUXA.  VOU BRUXANDO ENTRE OS TECIDOS, ME ENTRELAÇO COM AS LINHAS, AS AGULHAS NA ALQUIMIA.  LANÇO TINTAS COLORIDAS PARA O ESPAÇO INFINITO, MEU UNIVERSO DOS PANOS A TESOURA É CERTEIRA ; MAS NEM SEMPRE ELA ACERTA O CORTE, VAI CORTANDO, VAI BRUXANDO, ACERTANDO ATÉ A ALMA.  A LOUCURA DESTA MINHA PAIXÃO QUE EU TENHO NAS ENTRANHAS, É ASSIM QUE EU ME ENVOLVO NUMA COSTURA MALUCA.  DE MALUCA TENHO NADA, DE MALUCA TENHO TUDO, NO MEU MUNDO CONSCIENTE E TAMBÉM O INCONSCIENTE, VIVA O MUNDO ABSURDO, DA BELEZA E DO HORROR.  FORMANDO AS FORMAS DEFORMADAS E FORMADAS TODAS AS FORMAS, EMBURACADAS OU FECHADAS.  DENTRO DO FÔRNO, UNTADA A FÔRMA É QUE SE ENFORMA E DESENFORMA.  COM CERTEZA OU INCERTEZA, VOU MORRER ASSIM, COSTURANDO, CRIANDO, GERANDO MEUS FILHOS DE PANO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário