..

..

Vou por onde a arte me levar.

Minha foto

'' GOSTO DE DEGUSTAR O GOSTO COM SABOR DE VIDA; COSTURO A VIDA PELA VIDA E A VIDA ME COSTURA, COSTURO DE DENTRO PARA FORA PARA ME ENCONTRAR COM O VENTO.''  

terça-feira, 30 de setembro de 2014

ALEMANHA - INÍCIO DO SÉCULO XX

DURANTE UMA CONFERÊNCIA COM VÁRIOS UNIVERSITÁRIOS, UM PROFESSOR DA UNIVERSIDADE DE BERLIM, DESAFIOU SEUS ALUNOS COM ESTA PERGUNTA: - '' DEUS CRIOU TUDO O QUE EXISTE? '' UM ALUNO RESPONDEU COM GRANDE CERTEZA: - SIM, ELE CRIOU TUDO. DEUS CRIOU TUDO? PERGUNTOU NOVAMENTE O PROFESSOR. - SIM SENHOR, RESPONDEU O JOVEM. O PROFESSOR INDAGOU: - SE DEUS CRIOU TUDO, ENTÃO DEUS FEZ O MAL? POIS O MAL EXISTE, E PARTINDO DO PRECEITO DE QUE NOSSAS OBRAS SÃO UM REFLEXO DE NÓS MESMOS, ENTÃO DEUS É MAU? O JOVEM FICOU CALADO DIANTE DE TAL RESPOSTA E O PROFESSOR, FELIZ, SE REGOJIZAVA DE TER PROVADO MAIS UMA VEZ QUE A FÉ ERA UMA PERDA DE TEMPO. OUTRO ESTUDANTE LEVANTOU A MÃO E DISSE: - POSSO FAZER UMA PERGUNTA, PROFESSOR? - LÓGICO, FOI A RESPOSTA DO PROFESSOR: O JOVEM FICOU DE PÉ E PERGUNTOU: - PROFESSOR, O FRIO EXISTE? - QUE PERGUNTA É ESSA? LÓGICO QUE EXISTE, OU POR ACASO NUNCA SENTIU FRIO? COM UMA CERTA IMPONÊNCIA O RAPAZ RESPONDEU: - DE FATO, SENHOR, O FRIO NÃO EXISTE. SEGUNDA AS LEIS DA FÍSICA, O QUE CONSIDERAMOS FRIO, NA REALIDADE É A AUSÊNCIA DE CALOR. TODO CORPO OU OBJETO É SUSCETÍVEL DE ESTUDO QUANDO POSSUI OU TRANSMITE ENERGIA. O ZERO ABSOLUTO É A AUSÊNCIA TOTAL E ABSOLUTA DE CALOR, TODOS OS CORPOS FICAM INERTES, INCAPAZES DE REAGIR, MAS O FRIO NÃO EXISTE. NÓS CRIAMOS ESSA DEFINIÇÃO PARA DESCREVER COMO NOS SENTIMOS E NÃO TEMOS CALOR. - E, EXISTE A ESCURIDÃO? CONTINUOU O ESTUDANTE. O PROFESSOR RESPONDEU TEMENDO A CONTINUAÇÃO DO ESTUDANTE: EXISTE. O ESTUDANTE RESPONDEU: - NOVAMENTE COMETE UM ERRO, SENHOR, A ESCURIDÃO TAMBÉM NÃO EXISTE. A ESCURIDÃO NA REALIDADE É A AUSÊNCIA DE LUZ. A LUZ PODE-SE ESTUDAR, A ESCURIDÃO NÃO. ATÉ EXISTE O PRISMA DE NICHOLS PARA DECOMPOR A LUZ BRANCA NAS VÁRIAS CORES DE QUE ESTÁ COMPOSTA, COM SUAS DIFERENTES LONGITUDES DE ONDAS. A ESCURIDÃO NÃO. CONTINUA: - UM SIMPLES RAIO DE LUZ ATRAVESSA AS TREVAS E ILUMINA A SUPERFÍCIE ONDE TERMINA O RAIO DE LUZ. COMO PODE SABER QUÃO ESCURO ESTÁ UM ESPAÇO DETERMINADO? COM BASE NA QUANTIDADE DE LUZ PRESENTE NESSE ESPAÇO, NÃO É ASSIM? ESCURIDÃO É UMA DEFINIÇÃO QUE O HOMEM DESENVOLVEU PARA DESCREVER O QUE ACONTECE QUANDO NÃO HÁ LUZ PRESENTE. FINALMENTE O JOVEM PERGUNTOU AO PROFESSOR: - SENHOR, O MAL EXISTE? CERTO DE QUE PARA ESTA QUESTÃO O ALUNO NÃO TERIA EXPLICAÇÃO, O PROFESSOR RESPONDEU: - CLARO QUE SIM. LÓGICO QUE EXISTE. COMO DISSE DESDE O COMEÇO, VEMOS ESTRUPOS, CRIMES E VIOLÊNCIA NO MUNDO TODO, ESSAS COISAS SÃO DO MAL. COM UM SORRISO NO ROSTO, O ESTUDANTE RESPONDEU: - O MAL NÃO EXISTE, SENHOR, PELO MENOS NÃO EXISTE POR SI MESMO. O MAL É SIMPLESMENTE A AUSÊNCIA DO BEM, É O MESMO DOS CASOS ANTERIORES, O MAL É UMA DEFINIÇÃO QUE O HOMEM CRIOU PARA DESCREVER A AUSÊNCIA DE DEUS. DEUS NÃO CRIOU O MAL. NÃO É COMO A FÉ OU COMO O AMOR, QUE EXISTEM COMO O CALOR E A LUZ. O MAL É O RESULTADO DA HUMANIDADE NÃO TER DEUS PRESENTE EM SEUS CORAÇÕES. É COMO ACONTECE COM O FRIO QUANDO NÃO HÁ CALOR, OU A ESCURIDÃO QUANDO NÃO HÁ LUZ. POR VOLTA DOS ANOS 1900, ESTE JOVEM FOI APLAUDIDO DE PÉ, E O PROFESSOR APENAS BALANÇOU A CABEÇA PERMANECENDO CALADO... IMEDIATAMENTE O DIRETOR DIRIGIU-SE AQUELE JOVEM E PERGUNTOU QUAL ERA O SEU NOME? E ELE RESPONDEU: ALBERT EINSTEIN, SENHOR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário