..

..

Vou por onde a arte me levar.

Minha foto

'' GOSTO DE DEGUSTAR O GOSTO COM SABOR DE VIDA; COSTURO A VIDA PELA VIDA E A VIDA ME COSTURA, COSTURO DE DENTRO PARA FORA PARA ME ENCONTRAR COM O VENTO.''  

sexta-feira, 23 de junho de 2017

O Livro de Ouro das Ciências Ocultas - Plotino e o Sonho da República dos Sábios - parte 34

No século 3 da nossa era, PLOTINO (204-270) se destaca como grão-mestre da Sociedade Secreta do Saber.   Com ele e seus alunos reencontramos o modelo de pensamento de Pitágoras, fundador da Sociedade.  Na literatura da ciência das religiões, Plotino, seus colaboradores e sucessores são sempre designados como adeptos da gnose.   Mas não se trata de nenhuma seita ou credo novo.  GNOSE é uma palavra de origem grega, que significa CONHECIMENTO.   Plotino jamais revelou sua pátria nem sua origem.   Só se sabe que viveu durante quatro anos na então cosmopolita Alexandria, o centro da hermética.   Depois seguiu para Pérsia, como acompanhante do imperador romano Górdio 3; a partir de 244, dedicou-se ao ensino das ciências em Roma.   Porém, sua maneira de ensinar não era nada dogmática sob o ponto de vista dos conceitos acadêmicos e não correspondia de modo algum à tradição aristotélica estabelecida.  Ele ensinava uma tese universal de conhecimento, na qual examinava todos os conceitos religiosos e filosóficos da alma, e todas as técnicas psíquicas, quer mágicas ou não, sob o aspecto de informações psíquicas, testando ao mesmo tempo sua utilidade.   Conforme se depreende das publicações dos seus alunos, ele modernizou o modelo de pensamento até então válido, e desenvolveu, em linhas gerais, a seguinte teoria: __ " COSMO, HOMEM E PSIQUE formam um todo.  A ALMA cunha o padrão segundo o qual as partículas materiais se juntam.   Mas o fator ESPIRITUAL é também simultaneamente a energia aglutinadora das partículas, que dão forma ao molde ou estrutura.  Como energia aglutinadora ou dinâmica da psique, é o espírito que cria coisas da matéria.  O MUNDO REAL DAS COISAS É UMA PLURALIDADE.   E a ALMA determina quando coisas individuais devem funcionar como unidade.   Isto tem conotação bastante moderna.  Pois também a atual CIÊNCIA ATÔMICA distingue duas formas de movimento das partículas NUCLEARES: o coletivo e o individual.   Para Plotino o Cosmo inteiro era um corpo, o MACROCOSMO, e o MICROCOSMO do homem lhe correspondia como uma imagem espelhada, em escala menor.   DEMÓCRITO ( 460-370 a.C. ), também membro da Sociedade Secreta do Saber, ensinava o mesmo princípio como noção simbólica.  Mas para Plotino esta noção não é uma simples imagem da mente, ela é real.   Mas, Demócrito é considerado o precursor da moderna TEORIA ATÔMICA Como sabemos, PARA ELE O MUNDO MATERIAL ERA CONSTITUÍDO POR UMA INFINIDADE DE ÁTOMOS DE DIVERSOS FORMATOS.  Menos divulgado é o fato de que ele imaginava existir junto de cada átomo, ou dentro dele, MINÚSCULAS PARTÍCULAS PSÍQUICAS , ESSENCIAIS PARA ANIMAR A MATÉRIA E PARA FORMAR A ESTRUTURA DO MUNDO.   Plotino avançou mais um passo.  Para ele AS FORÇAS PSÍQUICAS NÃO SÃO MAIS FRACAS DO QUE AS ORGÂNICAS, MATERIAIS.  ELAS SÃO A VERDADEIRA REALIDADE, POIS ORIGINAM-SE NOS PRIMÓRDIOS DA CRIAÇÃO.   TEMPO é para ele algo RELATIVO - da mesma forma como ensinou EINSTEIN no século XX.   O MUNDO NÃO TEM COMEÇO NEM FIM.   Para o processo da Criação, não há decorrência de tempo.   Ela é contínua.   O TEMPO É APENAS UM SÍMBOLO PARA A ESCALA HIERÁRQUICA DAS ETAPAS DA CRIAÇÃO.   Plotino já conhecida até o conceito de INCONSCIENTE e o de INCONSCIENTE COLETIVO.   1.700 anos ANTES de FREUD e JUNG.   Plotino descreve a MEDITAÇÃO como possibilidade de vir a conhecer a própria espiritualidade interior e chegar a uma visão - a theoria - dos padrões psíquicos da estruturação da vida.  No entanto, para ele isto não é uma visão passiva, como para PLATÃO, mas uma auto absorção para ativar a INTUIÇÃO.   Plotino não encara o processo tanto sob o aspecto mágico; prefere o heurístico, no sentido de ARTE INVENTIVA.  Ele zomba do misticismo que dominava a maioria das seitas do seu tempo.   No entanto, sabe que POUCAS PESSOAS ESTÃO EM CONDIÇÕES DE COMPREENDER SEUS PENSAMENTOS.   A CIÊNCIA CRISTÃ O CONDENOU POSTERIORMENTE COMO SECTÁRIO E HEREGE.   Como gnóstico anterior a Plotino, podemos citar Valentino...161 d.C, para quem o criador do mundo é um pai-maternal, Jung diz do alquimista Zózimo que ele teria vivido no século 3 antes de Cristo.   No entanto os textos a ele atribuídos datam a época de Plotino.  Posteriormente, os alquimistas medievais consideram-nos os mais veneráveis documentos da REAL ARTE.   Neste grupo também precisa ser mencionada uma alquimista, uma judia chamada MARIA PROFETISSA.   Conhecida também como a COPTA, ela redigiu uma série de textos alquímicos.   O próprio mestre PLOTINO diz em sua obra Eneadas...NA VIDA RACIONAL NÃO EXISTE MAGIA.   No entanto, ELE ACREDITAVA QUE POR MEIO DOS MOVIMENTOS DOS ASTROS SE POSSA LER O FUTURO, pois eles percorrem suas órbitas no Cosmo, e assim estão mais perto da ALMA UNIVERSAL.   Mas, O HOMEM COM SEU LIVRE-ARBÍTRIO, PODE SUBTRAIR-SE À INFLUÊNCIA DOS ASTROS, E MODELAR ELE PRÓPRIO SEU FUTURO.   PLOTINO estava avançado demais para seu tempo, até com o que ensinava abertamente.   Os filósofos cristãos consideravam suas ideias inaceitáveis e heréticas.   Pois, para ele NÃO EXISTIA DEUS NEM O MAL.   VIA O MAL NO HOMEM COMO UM CONFLITO ENTRE CONSCIENTE E INCONSCIENTE.   Desconhecia o dualismo - EU-DEUS, EU-MUNDO, EU-TU.   Para ele tudo está dentro e fora, conforme consta na TÁBUA ESMERALDINA.   A ALMA É O ESPELHO DO CONSCIENTE, E O CONSCIENTE INDIVIDUAL NÃO PASSA DE UMA PARTE DO TODO.   Em Roma, Plotino exerceu o cargo de conselheiro do Imperador Galeno.  Organizou para este uma espécie de banco de cérebros com um grupo de destacados sábios da Sociedade Secreta do Saber.   Como prêmio, pediu que o imperador lhe desse uma cidade na qual pudesse fundar para a Sociedade Secreta do Saber uma república independente de sábios.   Mas esta república ficou sendo um sonho, pois o desejo de Plotino jamais foi atendido.   Entre as alquimistas femininas, além de MARIA PROFETISA, que teria inventado diversos aparelhos alquímicos, pode-se citar ainda uma certa CLEÓPATRA.   Ela é autora do livro CRISOPÉIA .  Em grego, isto significa AJUDA PARA O OURO.   Trata-se, portanto, de um livro sobre a ARTE DE FABRICAR OURO.  Entre as primeiras alquimistas, temos ainda TEOSÉBIA, que era irmã de ZÓZIMO.   Logo a alquimia seria fortemente estimulada com a INVASÃO DA EUROPA PELOS ÁRABES.  Os laboratórios de alquimistas estava agora semi-ocultos em conventos.   A Sociedade Secreta do Saber tinha membros entre abades, bispos e até sobre a cadeira apostólica dos papas.   Em 611, Mohammed Ibn Abdallah, um pacato comerciante quarentão, dono de caravanas e residente em Meca, teve de repente uma visão.  Ele caíra num estado de  febril excitação, semelhante aos estados de êxtase dos xamãs, dos quais já falamos.   Nesta visão lhe apareceu o ARCANJO GABRIEL, nomeando-o mensageiro de DEUS.   Enquanto durou sua visão, sua mente registrou todo um livro.  Este livro é o ALCORÃO, A BÍBLIA DOS MUÇULMANOS, e o texto sagrado de uma nova religião.   O Alcorão nos desvenda o segredo que conferiu tão depressa à nova religião seu poder de expansão: A PROMESSA DO PROSSEGUIMENTO DA VIDA APÓS A MORTE, coisa que os beduínos e os povos orientais em geral não conheciam.  O PARAÍSO PROMETIDO PELO ALCORÃO É VERDADEIRAMENTE ATRAENTE. UM PARAÍSO TERRESTRE, POR ASSIM DIZER, À DISPOSIÇÃO DO MUÇULMANO.   À sombra de árvores odoríferas, junto a riachos murmurantes no meio de oásis, os bem-aventurados ficam para sempre livres do sol impiedoso e dos áridos desertos de sua pátria.   E encantadoras huris, suaves companheiras com escuros olhos de gazela, servem vinho com especiarias.   Delícia esta vedada na vida terrestre, mas saboreada sem remorso no Além.   O paraíso com suas delícias, PROMESSA DO PROFETA MAOMÉ, é um incentivo para uma vida - e uma morte - agradável aos olhos de Deus.  Pois quem é VITIMADO NA LUTA PELA VITÓRIA DA RELIGIÃO, SOB A BANDEIRA VERDE DO PROFETA, ENTRA INSTANTANEAMENTE NO CÉU.   O ISLAMISMO é uma religião sem complicações.   Existe um único deus, ALÁ, e diante dele todos os HOMENS SÃO IGUAIS.   MANDAMENTOS RELIGIOSOS E PROFANOS SÃO IDÊNTICOS.  NÃO HÁ DISTINÇÃO ENTRE AUTORIDADE GOVERNAMENTAL E ECLESIÁSTICA.   ISTO LEVA A UMA TEOCRACIA.  REGIME MUITO APROPRIADO PARA O MODO DE PENSAR DE GENTE SIMPLES E HUMILDE.  Acrescenta-se a MAOMETANA.   É verdade que eles consideravam como INFIÉIS CRISTÃOS, BUDISTAS E ADEPTOS DE OUTRAS RELIGIÕES.   Para os SARRACENOS, era muito natural tentar subjugar estes infiéis, com a ajuda de ALÁ, em guerra santa.   Mas uma vez subjugados, eles podiam praticar livremente sua religião, DESDE QUE PAGASSEM UM REDUZIDO IMPOSTO ADICIONAL, quase desprezível.   Tal tolerância favoreceu significativamente o intercâmbio de IDEIAS CIENTÍFICAS.   ENTRE VIAGENS, CONQUISTAS, OCUPAÇÕES DE TERRITÓRIOS OS SARRACENOS CRIARAM UM IMPÉRIO MUNDIAL PELA FÉ E PELA ESPADA, conforme diz o livro OS SARRACENOS, de Rolf Palm.   RUSKA, HISTORIADOR DA MEDICINA E DAS CIÊNCIAS NATURAIS AFIRMA: A TURBA NÃO É UM ORIGINAL LATINO, MAS UMA TRADUÇÃO DO ÁRABE OU DO HEBREU.   As palestras dos sábios contêm excertos de suas obras, que caracterizam com clareza e precisão O NÚCLEO DA ALQUIMIA.   Sob este aspecto, esta TURBA APÓCRIFA era considerada pelos alquimistas ocidentais a mais importante de todas as versões aparecidas.   Mas existe ainda uma terceira versão impressa da TURBA, na qual aparecem como oradores Pitágoras, Platão, Arquelau, Teófilo, Gregório e Heráclito.   Esta se baseia sobre uma obra árabe.    TODAVIA, COM A DUPLA TRADUÇÃO, a intervalos de tempo cada vez maiores,  O SENTIDO ORIGINAL FOI BASTANTE ADULTERADO DEVIDO A ENGANOS DE TRADUTORES, CONSTATA RUSKA.   Também foram recuperados os ensinamentos de Plotino e as pesquisas naturais secretas empreendidas por ele e pelo círculo de membros da Sociedade, EM GRANDE PARTE EXTRAVIADOS por causa da condenação dos teólogos do início do cristianismo, que os consideravam heréticos.   É o que eu tinha a dizer sobre a influência e o choque intelectual provocado pelos sábios árabes para a renovação da alquimia ocidental .- o autor do livro ( lembrando que é o resumo do livro ).... E continuo com o próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário