..

..

Vou por onde a arte me levar.

Minha foto

'' GOSTO DE DEGUSTAR O GOSTO COM SABOR DE VIDA; COSTURO A VIDA PELA VIDA E A VIDA ME COSTURA, COSTURO DE DENTRO PARA FORA PARA ME ENCONTRAR COM O VENTO.''  

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

O Livro de Ouro das Ciências Ocultas - resumo - Parte 9

Todo conhecimento, até o de um moderno pesquisador da natureza, não se relaciona, em última instância, à mente humana (pergunta).   Isto é, o pesquisador só pode adquirir conhecimento porque possui consciente e uma mente cognitiva.   É certo que podemos adquirir conhecimentos sobre o mundo em que vivemos através dos sentidos orgânicos, coadjuvados por recursos tecnológicos, como microscópios, telescópios e assemelhados; conhecimentos assim adquiridos podem ser confirmados por experiências que qualquer pesquisador é capaz de realizar quando bem lhe aprouver.   Portanto, eles têm validade universal e são objetivos.  No entanto, isto só é válido para a dimensão de vida que nós homens podemos aprender por meios dos sentidos.   No mundo animal as funções sensoriais são diferentes das humanas - térmitas se comunicam através de chapas de aço, aves migrantes têm um senso de orientação intrigante, moscas enxergam com olhos multifacetados; sem bases para comparação, só nos resta fazer suposições.   Porém, na dimensão do micro mundo - no mundo microcósmico dos átomos e das partículas subatômicas, nem isto podemos fazer... ou seja, a resposta da natureza depende da maneira pela qual a mente do cientista formula a pergunta.  A rigor isto não se diferencia da maneira de proceder de um mágico.  ... Conforme se sabe, a prova da existência dessa dimensão da realidade foi fornecida em 1945, com as duas bolas atômicas de fogo que exterminaram a população de Hiroshima e Nagasaki.   As centrais atômicas são prova adicional do acerto das teorias desenvolvidas pelos grandes físicos e matemáticos do século XX.   Se a descoberta e a pesquisa das dimensões atômica e subatômica só tiveram até o presente utilidade tecnológica, mais para o mal do que para o bem da humanidade, isto se deve ao materialismo científico, com seu conceito mecanístico do homem.  No entanto, isto não é razão para deixar de considerar que os resultados das pesquisas dos brilhantes sábios do nosso tempo criaram, com a nova física, também uma concepção inteiramente nova sobre a natureza do meio ambiente.   Poderiam contribuir igualmente para uma melhor compreensão da natureza humana.   E estes sábios pensaram nisso.   Só que os seus esforços são poucos conhecidos.   Físicos do gabarito de Pauli, Schrodinger e Heisenberg, por exemplo, se ocuparam também intensamente com um setor especial das ciências ocultas: a alquimia.   Einstein nos ensinou que  matéria e energia são apenas estados de uma e mesma coisa, e que são intercambiáveis.   Sob este ponto de vista, matéria é, por assim dizer, energia condensada; e energia , matéria expandida.   Energia pode condensar-se nas mais variadas partículas elementares.  Mas, neste processo, ela tem liberdade de escolha....  ___Pascal Jordan: Milagres sobrenaturais são possíveis a qualquer instante.  Afirma ainda que já não tem sentido o argumento dos adeptos da concepção determinista (materialista) da natureza de que Deus seria um elemento desnecessário na rotina natural, que se desenrola em obediência à leis próprias.   Isto, no entanto, ainda não constitui prova cientificamente exata da existência de Deus, ou como quer que denominemos um poder criador e coordenador infinitamente superior ao homem.   Porém, a atuação, a providência e os desígnios de Deus podem ser sentidos na maneira pela qual as coisas da natureza se ordenam, aparentemente sem intervenção alguma - continua Jordan.  E não há prova em contrário.   Em essência, isto não se diferencia do que vem afirmando desde tempos imemoriais, magos, alquimistas e ocultistas.  A despeito de formularem seus conceitos em termos  mais singelos, em consonância com os padrões da sua época; além disto, precisamos levar em conta o consciente menos avançado.  Em princípio, as conclusões de Pascal Jordan correspondem ao modelo de pensamento que serve de base para as ciências ocultas.  E desenvolvido surpreendentemente, numa época em que ainda não se conhecia física nuclear nem quântica.   É sabido que normalmente os fenômenos naturais se desenrolam nos moldes preconizados pela física clássica.   Tal e qual aprendemos nas lições de física da escola.   Porém, as leis naturais do mundo microfísico entrementes pesquisadas - que no entanto, só devem ser encaradas como remota possibilidade - são as mesmas leis primordiais que servem de base para todo o Universo.  Ou seja: _ O verdadeiro plano da realidade é a dimensão dos átomos, elétrons e partículas nucleares.   É a base, por assim dizer, o chão virgem, sobre o qual todo o resto é construído.

Nenhum comentário:

Postar um comentário