..

..

Vou por onde a arte me levar.

Minha foto

'' GOSTO DE DEGUSTAR O GOSTO COM SABOR DE VIDA; COSTURO A VIDA PELA VIDA E A VIDA ME COSTURA, COSTURO DE DENTRO PARA FORA PARA ME ENCONTRAR COM O VENTO.''  

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Carvão por Elmar Fonsêca - Parte 3


Origens da Energia Carbonífera: O calor armazenado pelo carvão provém da radiação solar.   O sol transmite energia, sob a forma de radiações, em todos os sentidos.  Os vegetais são coletores e armazenadores de energia contida nas radiações solares.   Para tal - informam os especialistas, a natureza sintetizou uma substância inigualável: a clorofila, que se encontra nas partes verdes da planta.   A clorofila realiza um processo fotoquímico, pelo qual a energia contida na luz do sol se transforma em energia química, que, por sua vez, é armazenada pela planta sob a forma de estrutura vegetal.   Mais tarde, a planta ou o carvão decorrente dela, ao queimar, restitui ao meio ambiente a energia armazenada, algumas vezes, por milhões e milhões de anos.   O carvão de pedra, sendo derivado de todas as espécies de vegetações, soterradas debaixo da crosta terrestre, suportando pressões, temperaturas, ação do calor e de bactérias, conserva e concentra, através do processo de carbonização lenta, que lhe deu origem, a maior parte da energia dos hidratos de carbono.  O carvão é energia solar concentrada e acumulada na natureza em tempos remotos  disponível para ser utilizada em qualquer época, restituindo, na ocasião da queima, a água e o anidrido carbônico captado pela clorofila na formação do vegetal que lhe deu origem há milhões de anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário