x

x

Vou por onde a arte me levar.

Minha foto

'' GOSTO DE DEGUSTAR O GOSTO COM SABOR DE VIDA; COSTURO A VIDA PELA VIDA E A VIDA ME COSTURA, COSTURO DE DENTRO PARA FORA PARA ME ENCONTRAR COM O VENTO.''  

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

'' ENTERRADA VIVA '' _ JANIS JOPLIN _ PARTE 13

FLOR AZUL DO TEXAS _ A VIDA EM PORT ARTHUR CONTINUOU EM RELATIVA CALMA E JANIS VOLTOU A LAMAR NA PRIMAVERA DE 1962, ENTREGANDO-SE CONSCIENTEMENTE AOS ESTUDOS.    NOS PERÍODOS DE FÉRIAS, EMPREGOU-SE COMO GARÇONETE NUM BOLICHE EM PORT NECHES, EMAGRECEU E, NO TRABALHO, COM UM DESSES AVENTAIZINHOS BRANCOS E ENGOMADOS AMARRADOS À CINTURA, PARECIA UMA CRIATURA PLÁCIDA.    PASSOU A USAR MAQUILAGEM.    PEGOU NOS LONGOS E ENCARACOLADOS CABELOS E, PARA ALEGRIA DE SUA MÃE, PRENDEU-OS LOGO ACIMA DA NUCA.    JANIS TERMINAVA O SERVIÇO À MEIA NOITE E, GERALMENTE, PEGAVA O CARRO DE VOLTA PARA PORT ARTHUR.    APANHAVA JACK SMITH E IAM PARA A PRAIA COM UMA EMBALAGEM DE SEIS CERVEJAS, QUE DIVIDIAM.     NAS NOITES EM QUE JANIS NÃO TRABALHAVA, COSTUMAVAM IR DANÇAR.     ELA SE PREOCUPAVA, DIZIA, COM AS COISAS NÃO-FEMININAS, COM A BRUTALIDADE QUE ÀS VEZES A POSSUÍA E QUE ELA NÃO ENTENDIA., E COM CERTAS COISAS QUE FAZIA.     ... AS HORAS DE SONHO QUE PASSAVAM DOCEMENTE COMEÇARAM A ENCHER-SE DE ANSIEDADE.    AS SEIS GARRAFAS DE CERVEJA TRANSFORMARAM-SE NUMA GARRAFA DE THUNDERBIRD PARA JANIS, E MAIS TARDE, EM UÍSQUE.     JANIS ABANDONOU A PLACIDEZ QUE A ACOMPANHARA DURANTE PELO MENOS ALGUNS MESES.    

Nenhum comentário:

Postar um comentário