x

x

Vou por onde a arte me levar.

Minha foto

'' GOSTO DE DEGUSTAR O GOSTO COM SABOR DE VIDA; COSTURO A VIDA PELA VIDA E A VIDA ME COSTURA, COSTURO DE DENTRO PARA FORA PARA ME ENCONTRAR COM O VENTO.''  

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

'' SEXO, DROGAS E ROLLING STONES '' _ HISTÓRIAS DA BANDA QUE SE RECUSA A MORRER. PARTE 17

FINGERPRINT FILE: LEWIS BRIAN HOPKINS JONES ( BRIAN JONES ), NASCEU NO DIA 28 DE FEVEREIRO DE 1942 E MORREU NO DIA 3 DE JULHO DE 1969.       BRIAN NASCEU EM CHELTENHAM, ARREDORES DE LONDRES, UM MENINO DE ALMA BEM NEGRA DISFARÇADA SOB UMA PELE MUITO ALVA E CABELOS LOUROS.       FILHO DE MÚSICOS _ O PAI ERA PIANISTA DILETANTE E A MÃE, PROFESSORA DE PIANO, _ O MENINO CRESCEU, APRENDEU A TOCAR CLARINETE E ADOTOU O JAZZ, ATÉ SE APAIXONAR PELO BLUES.       AOS 17 ANOS, BRIAN GANHOU UM VIOLÃO E MERGULHOU NA MÚSICA DE GRANDES MESTRES DO GÊNERO, COMO ELMORE JAMES, JIMMY REED, BO DIDDLEY E MUDDY WATERS.       FOI NO EALING CLUB, EM LONDRES, QUE BRIAN PASSOU A EXIBIR TODA A SUA TÉCNICA COMO GUITARRISTA DE BLUES.       FREQUENTADOR ASSÍDUO, BRIAN ERA CONSTANTEMENTE VISTO NO PALCO DANDO CANJAS COM SUA GUITARRA HOFNER COMMITEE NAS APRESENTAÇÕES DA BANDA RESIDENTE, DE ALEXIS KORNER.      E IMPRESSIONAVA, SOBRETUDO QUANDO TOCAVA SLIDE EM TEMAS COMO '' DUST MY BROOM '', DE ELMORE JAMES.       NA ÉPOCA, BRIAN SE APRESENTAVA COMO ELMO LEWIS, NOME QUE ESCOLHERA PARA SI EM HOMENAGEM AO ÍDOLO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário