x

x

Vou por onde a arte me levar.

Minha foto

'' GOSTO DE DEGUSTAR O GOSTO COM SABOR DE VIDA; COSTURO A VIDA PELA VIDA E A VIDA ME COSTURA, COSTURO DE DENTRO PARA FORA PARA ME ENCONTRAR COM O VENTO.''  

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

'' SEXO, DROGAS E ROLLING STONES '' _ HISTÓRIAS DA BANDA QUE SE RECUSA A MORRER. PARTE 25

CHARLIE WATTS FEZ SUA PRIMEIRA APRESENTAÇÃO COM O ROLLING STONES EM DOZE DE JANEIRO DE MIL NOVECENTOS E SESSENTA E TRÊS - E NUNCA MAIS SAIU DA BANDA.      MAS TRATOU DE LEVAR JUNTO SEU MATERIAL DE DESENHO.      COM ELE, FEZ UMA SÉRIE DE ILUSTRAÇÕES EM HOMENAGEM AO SAXOFONISTA CHARLIE PARKER, EXPOENTE DO JAZZ BEBOP E UMA DAS PAIXÕES MUSICAIS DE WATTS.      MAIS TARDE, AS ILUSTRAÇÕES GANHARAM UM PEQUENO TEXTO E SE TRANSFORMARAM NO LIVRO ODE TO A HIGH FLYING BIRD, EDITADO EM MIL NOVECENTOS E SESSENTA E QUATRO.      DE FATO, A EXPERIÊNCIA DE WATTS COMO DESENHISTA E ARTISTA GRÁFICO SEMPRE SE MOSTROU EXTREMAMENTE ÚTIL PARA OS STONES.      ALÉM DE CHARLIE, TER ILUSTRADO A CONTRACAPA DO ÁLBUM BETWEEN THE BUTTONS, LANÇADO EM MIL NOVECENTOS E SESSENTA E SETE, A MAIORIA DOS CENÁRIOS USADOS PELA BANDA DESDE MIL NOVECENTOS E SETENTA E CINCO PARTIU DE IDEIAS E DESENHOS QUE ELE DESENVOLVEU JUNTO COM O MICK JAGGER.       COM O PALCO EM FORMA DE FLOR DE LÓTUS, USADO NA TOUR OF THE AMERICAS, DE MIL NOVECENTOS E SETENTA E CINCO, E O GIGANTESCO CENÁRIO INDUSTRIAL VISTO NA TURNÊ STEEL WHEELS|URBAN JUNGLE, DE MIL NOVECENTOS E OITENTA E NOVE _ MIL NOVECENTOS E NOVENTA.      ALÉM DISSO, E SEMPRE JUNTO COM JAGGER, CHARLIE SUPERVISIONA TODO O DESIGN GRÁFICO LIGADO AOS STONES, DE CAPAS DE CD E CARTAZES A CAMISETAS.      E TEM O HÁBITO DE REGISTRAR EM DESENHO TODOS OS QUARTOS ONDE SE HOSPEDA NOS PÉRIPLOS DA BANDA AO REDOR DO PLANETA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário