..

..

Vou por onde a arte me levar.

Minha foto

'' GOSTO DE DEGUSTAR O GOSTO COM SABOR DE VIDA; COSTURO A VIDA PELA VIDA E A VIDA ME COSTURA, COSTURO DE DENTRO PARA FORA PARA ME ENCONTRAR COM O VENTO.''  

sábado, 17 de outubro de 2015

FRANK ZAPPA _ ANTOLOGIA POÉTICA_ PARTE 2

ZAPPA CONTA QUE EM MIÚDO QUERIA TOCAR BATERIA. UM DIA COMPROU AS BAGUETES E PERCUTIA TUDO QUANTO LHE APARECIA À FRENTE, ATÉ QUE OS PAIS, EXASPERADOS, LHE COMPRARAM UM TAMBOR. OUVIA NESSA ALTURA MÚSICA LIGEIRA, SOBRETUDO GRANDES ORQUESTRAS. DEPOIS DESCOBRIU O RYTHM & BLUES E O SONHO ERA VIR A TOCAR NUMA BANDA DO GÊNERO. ABANDONOU ENTÃO A BATERIA E DEDICOU-SE A GUITARRA. A PRIMEIRA QUE TEVE COMPROU-A AOS 18 ANOS, NUM LEILÃO, POR UM DÓLAR E CINQUENTA. POUCO DEPOIS NO COLÉGIO, FUNDOU A SUA PRIMEIRA BANDA: OS BLACKOUTS. OS MOTHERS OF INVENTION NASCERAM POUCO DEPOIS, EM 1964, QUANDO ZAPPA FOI CONTATADO POR RAY COLLINS. COLLINS TINHA UM CONJUNTO CHAMADO SOUL GIANTS, ONDE TOCAVAM JIMMY CARL BLACK E ROY ESTRADA. PARA ZAPPA TRATAVA-SE DE UM CONJUNTO INSIGNIFICANTE E ELE SONHAVA COM UMA VERDADEIRA BANDA PARA FAZER MUITO DINHEIRO E BOA MÚSICA. MAS ZAPPA NÃO CONTA ASPECTOS MENOS AGRADÁVEIS DA SUA VIDA. NÃO CONTA POR EXEMPLO, QUE ESCREVEU A BANDA SONORA PARA O FILME THE WORLD'S GREATEST SINNER, QUE PARTICIPOU NUM SHOW TELEVISIVO COM UMA COMPOSIÇÃO DE '' CICLOFONIA '', MÚSICA PARA BICICLETA E POMPA, QUE FOI PRESO QUANDO UM INSPETOR DESCOBRIU QUE STUDIO Z, A SALA DE GRAVAÇÕES PREPARADA POR ZAPPA, SE FAZIAM DOBRAGENS CLANDESTINAS, PARA NÃO FALAR DAS MUITAS RECUSAS DE TRABALHOS POR PARTE DAS CASAS DISCOGRÁFICAS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário