..

..

Vou por onde a arte me levar.

Minha foto

'' GOSTO DE DEGUSTAR O GOSTO COM SABOR DE VIDA; COSTURO A VIDA PELA VIDA E A VIDA ME COSTURA, COSTURO DE DENTRO PARA FORA PARA ME ENCONTRAR COM O VENTO.''  

domingo, 7 de agosto de 2016

Artes Plásticas - A pintura chinesa - Por Wladimir Alves de Souza - parte 23

Os antigos chineses consideravam a pintura e a caligrafia como  as suas  artes mais importantes, mas, infelizmente, embora tenham chegado até nós listas de pintores altamente considerados, muito se perdeu , pelo mau estado de conservação e pela fragmentação das peças.     Os pintores não criavam quadros, como nós os concebemos.     Suas obras eram feitas em rolos de papel ou seda e guardanapos em estojos especiais.    Assim, quase se pode dizer que a pintura era lida, à medida que se ia desenrolando a peça.    Mas, pelo pouco que chegou até nós, pode-se julgar o sentido altamente poético da pintura e o seu simbolismo.    A técnica usada é de uma tinta negra ( o nanquim ) solúvel na água, como base principal e os motivos representados são os temas da natureza: paisagens, lagos, florestas, vôo de patos selvagens, nuvens, animais fantásticos ( dragões ), e também a figura humana em todas as formas de atividade.     Sabemos que os palácios dos Han e dos T'ang eram decorados com pinturas murais, de que temos apenas notícia pelos textos.     Aliás, a propósito de textos, os chineses davam grande valor à escrita e aos numerosos caracteres empregados na obra dos grandes poetas, algumas acessíveis apenas aos eruditos e aos letrados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário